Processamento de Papel e Celulose

Para produzir papel, a madeira da polpa é colocada em um digestor para dissolver a celulose e produzir fibras de madeira. O subproduto desse processo, o licor negro, é pulverizado em uma caldeira de recuperação e queimado; produzindo licor verde em uma unidade de combustão, onde a temperatura deve ser mantida a aproximadamente 1037 ° C para mantê-lo aceso. Se o licor estiver muito úmido, isso causará uma condição de "blackout".

Necessidade de aplicação

Um sensor com uma ampla faixa de temperatura é necessário para monitorar as temperaturas do gás na área do tubo da caldeira garantindo que elas estejam quentes o suficiente para evitar que a cinza se acumule nos tubos de água.

A temperatura do licor verde e de outros produtos químicos em um forno rotativo é aquecida a cerca de 1150 ° C e o monitoramento da temperatura do forno para pontos quentes ou desgaste excessivo do refratário é importante para a qualidade e manutenção.

Benefícios para o cliente

- Controlar a umidade do licor negro, afetando a consistência da chama da caldeira
- Reduzir os custos de manutenção através do monitoramento da temperatura da chama
- Gerenciar o refratário para evitar paradas desnecessárias do forno
- Garantir temperatura do material no interior do forno